O amor é capaz de transformar pedra em diamante, dar passos a quem mal andava, dar forças ao mais fraco dos homens, dar esperança aos desesperançosos, dar aconchego ao mais duro chão, dar calor mesmo no dia mais frio, dar alegria ao mais triste, dar fé ao mais descrente, dar um rumo ao perdido, dar luz ao cego, dar palavras ao mudo, dar expressão ao sentimento, dar sentimento ao vazio, guiar ao objetivo, dar paixão ao ódio, perdoar o imperdoável, acreditar mesmo quando tudo leva a desacreditar, dizer o que não pode ser dito, expor o que nunca foi exposto, engrandecer o mais simples gesto, dar razão à loucura e porque não também dar loucura à razão, corrigir os erros, amparar os desamparados, aproximar o distante, prolongar o mais curto tempo, eternizar o mais ligeiro momento, criar lembranças inesquecíveis.

O AMor é movimento, ANsiedade, proximiDAde, força, fé, paixão, sofrimento, paz. É se preocupar, é passar raiva, é roer as unhas, é desesperar, é se chatear, mesmo sabendo que nada disso tem sentido. É ter medo mesmo tendo certeza. É ter pressa mesmo com tempo. É se aproximar mesmo estando longe. É se unir mesmo quando desunidos. É ser dois, três, quatro, cinco, infinitas pessoas em uma só. E ainda sobrar espaço para que ele cresça mais a cada dia.

O amor é amor, inexplicável, inabalável, incansável.

Amar é crescer. Amar é ter. Amar é ser.