Como o amor pode ser tão avassalador? Como pode ser tão leve e forte, pesado e frágil ao mesmo tempo? Como pode ser tão certo e tão incerto no mesmo instante? Como pode ser a resposta e a pergunta, o ponto e a vírgula, a exclamação e as reticências?

Ser sonho sonhado a dois? Ser realidade entre utopias? Ser certo entre incertezas? 

É tão difícil dizer coisas que não podem ser ditas. É tão difícil descrever algo que não pode ser descrito.

É tão fácil errar com quem se ama. É tão difícil corrigir o erro.

É tão fácil escrever. É tão difícil entender.

É tão fácil pensar. É tão difícil agir.

Anúncios