Bernardo Silveira Mendes, 19 anos, mineiro criado a café com pão de queijo, músico por paixão, estudante por vocação, quer ser engenheiro aeroespacial por pura loucura mesmo. Lava suas próprias cuecas, aprendeu a trocar a resistência de um chuveiro só lendo o manual, nunca montou um quebra cabeça com mais de 100 peças, muito menos achou o Wally. Ainda tem esperanças em achar a Carmen Sandiego toda vez que vai a alguma cidade histórica.

Anúncios