sabe o que eu acho?

talvez você esteja confuso, por conta da mudança e tudo o mais.

tenta entender onde começa a carência e a linha tênua que a separa da ternura.

aí, depois que você souber distinguir um do outro, você pensa o quanto vale sofrer.

 

Half.

Eu adoro meu amigo imaginário.

 Eu te desculpo por não entender os sentimentos alheios.

É seu maior defeito, de fato.

P.S.: Foi ternura, e não carência.

 

Anúncios