Cansados da monotonia do intervalo entre Natal e Reveillón, eu e mais 6 colegas músicos resolvemos fazer algo inusitado no dia 30 de dezembro.

Decidimos partir com duas músicas na cabeça, um ensaio que não teve cara de ensaio e sair tocando marchinhas pelas ruas da cidade de Pará de Minas.

O grande objetivo estava em atravessar a rua Benedito Valadares, a principal da cidade, no seu sentido “contramão”.

Havia muita preocupação, pois se os policiais não aceitassem a brincadeira, o projeto viraria “Projeto Reveillón na cadeia”.

No entanto tínhamos em mente um grande objetivo. Queríamos levar um pouquinho de alegria para o pessoal que passeava na Benedito Valadares no fim de tarde e, especialmente, a aqueles funcionários que trabalharam duro no comércio da cidade na época de Natal e que naquela hora iriam encerrar o expediente.

Colocamos roupas nada convencionais e fomos ao trabalho.

O resultado foi surpreendente: muitos aplausos, muitos sorrisos e o carinho de pessoas que facilmente se renderam à nossa proposta de alegria para o novo ano. Vimos enfermos se dependurarem nas janelas do hospital, pessoas aparecendo na janela dos edifícios e crianças chorarem assustadas (não poderia faltar). Fomos convidados a entrar dentro de lojas, subimos a escadaria dos bancos, enrolamos (e irritamos) alguns motoristas quando na faixa de pedestres.

Enfim, foram guardados cada sorriso que recebemos. Um fim de ano que termina para cada um de nós que participou do projeto com uma marca especial de felicidade e com a proposta de, no próximo, usarmos ainda melhor nossos dons para levar mais emoção aos nossos ouvintes.

Escrito por Marcelo Camargos,

O blog dele é muito bom. FicaDica.

Fotos da Bagunça

Anúncios