Okey. Quero, sim, deixar meus professores de física e química putos da vida.

Tem uma nova teoria : Quantum Ring Theory. Mas o que ela é? Fiz essa simples pergunta para seu idealizador, Wlad.

A Quantum Ring Theory não é uma teoria.
Na verdade a QRT é um sistema , composto de várias teorias que se entrelaçam através de uma linha filosófica única.

Damos a seguir um exemplo do entrelaçamento entre as várias teorias.

Na QRT o movimento de partículas elementares como o elétron é através da trajetória helicoidal (zitterbewegung), trajetória essa proposta por Erwin Schrodinger, que ele propôs depois de analisar a equação do eletron de Dirac.

Na teoria do átomo da QRT o eletron se move com trajetória helicoidal na eletrosfera do átomo. A partir desse movimento, que funciona com alguns outros novos conceitos propostos na QRT, como por exemplo a expansão do espaço dentro da eletrosfera, explicam-se os paradoxos do comportamento do átomo, que a Mecânica Quântica foi incapaz de explicar.
Por exemplo, admitindo-se a trajetória helicoidal, explica-se por quê o elétron pode se mover com velocidade constante no átomo, percorrendo o espaço na eletrosfera, conforme confirmado pela experiencia de Dehmelt, fato experimental esse que não pode ser explicado pela Mecânica Quântica.

Mas a trajetória helicoidal explica não apenas o comportamento do átomo. A trajetoria helicoidal viabiliza um modelo de neutron formado de proton+elétron, que os fisicos quanticos consideravam teoricamente impossivel.
Segundo a QRT, dentro da estrutura do neutron o eletron perde sua trajetoria helicoidal, motivo pelo qual o eletron se torna um boson de spin inteiro, justificando-se o porquê do neutron ter spin ½.

O fato do eletron perder a trajetoria helicoidal tambem explica por que o momento magnetico do neutron é muito menor do que o do eletron, pois o grande momento magnetico do eletron é devido à sua trajetoria helicoidal. Segundo os fisicos quanticos, o neutron deveria ter um momento magnetico da ordem de grandeza do eletron, mas experimentalmente se verificou que o neutron tem momento magnetico muito menor. A explicação para isso está na QRT: dentro do neutron o eletron se move sem trajetoria helicoidal.

Atraves da trajetoria helicoidal explica-se tambem a fusao fria, na qual aparece uma energia que os fisicos não sabem de onde vem, parecendo assim que, na fusao fria, haja uma violação do principio da conservação massa-energia. A energia adicional vem da energia devida à trajetória helicoidal (energia do zitterbewegung) , pois o eletron livre tem essa energia porque ele tem trajetoria helicoidal. Mas ao ser aprisionado pelo proton, formando o neutron, o eletron libera essa energia do zitterbewegung.
Essa energia do zitterbewegung é que faz o catodo de alumínio fundir na experiencia Conte-Pieralice, apesar de que, aparentemente, não haja energia para promover essa fusão (pois os físicos não levam em consideração a energia do zitterbewegung).

A trajetória helicoidal tambem explica a dualidade onda-partícula do eletron, apesar dele ser de natureza corpuscular.
A Mecanica Quantica considera o eletron uma nuvem de probabilidade, mas essa hipótese é desmentida por experiencias que demonstram a natureza corpuscular do eletron. Para resolver esse paradoxo, os fisicos quanticos propuseram o paradoxal conceito de onda-partícula: o eletron assume a forma de onda em algumas experiencias, e noutras experiencias ele assume a forma corpuscular. Difícil é acreditar que a Natureza fique mudando a forma do eletron, de acordo com cada experiencia.

A trajetoria helicoidal explica todas as experiencias feitas com o eletron.

Outra teoria da QRT que é embasada na trajetoria helicoidal é a que propõe uma estrutura para o fóton: ele se constitui de uma partícula, e de uma anti-particula, que se movem com trajetoria helicoidal.
Esse modelo de foton explica todas as propriedades do foton.
Uma das explicações atraves da trajetoria helicoidal é para o paradoxo EPR, sem necessidade de se recorrer a conceitos absurdos como não-localidade.

A QRT propõe ainda um modelo nuclear ÚNICO que explica todas as propriedades nucleares.
Na Física Nuclear vigente são propostos vários modelos nucleares, incompativeis entre si. Cada modelo explica uma propriedade nuclear.
A Natureza deve ser louca, se ela realmente precisa de modelos incompativeis para produzir os fenomenos

A QRT propõe tambem um modelo de estrutura do éter, no qual se previu a existência de monopolos magnéticos na extremidades dos espaguetes de spins (cordas de Dirac), confirmadas por experiencia publicada na revista Nature em 2009.

A Quantum Ring Theory é portanto um sistema de teorias, que devolvem à Física Teórica uma conexão que ela perdeu ao longo do Século 20: a conexão com a Lógica e com principios fundamentais da Física, tais como a causalidade e a localidade.

Durma com esse barulho. ;DD

Anúncios